10 jogos mais caros já feitos

Não é novidade que os videogames estão com a bola toda e as produtoras não andam hesitando colocar a mão no bolso na hora das produções. Anteriormente, lá por meados dos anos 1990, o orçamento de um jogo girava em torno dos US$ 100 mil. Quando “Doom” foi lançado em 1993, seu custo passou pela casa dos US$ 200 mil, e o game foi então considerado como o jogo mais caro da história.

Hoje, acima da indústria do cinema, os videogames conseguiram o que nenhuma outra mídia ainda havia conseguido até então: que você se conecte com o personagem, e ao mesmo tempo em que o seu personagem se conecte a você. Por isso, não é de estranhar que os orçamentos sejam multimilionários, já que tecnologia para algo deste porte tem um custo bem alto.

Abaixo, você confere os dez orçamentos que mais consumiram dinheiro das produções gamísticas. E de quebra o que você poderia fazer caso colocasse as mãos em alguma dessas boladas.

Killzone













10º – Killzone 2 – US$ 40 milhões


Lançado em 2009 e exclusivo para o PlayStation 3, “Killzone 2” esteve em desenvolvimento por mais de quatro anos, e com um orçamento original de US$ 20 milhões. Porém o FPS, que narra uma trama de ficção científica, precisou ter sua produção estendida, e por conta disso dobrou seus gastos para US$ 40 milhões.

O que daria para fazer com esse dinheiro: Uma Lamborghini Reventon chega a custar US$ 2 milhões, ou seja, com esse dinheiro você poderia comprar 20 dessas belezinhas. Mas corra, pois são limitadas e vendem bem rápido…

final fantasy xii














9º – Final Fantasy XII – US$ 48 milhões

A série “Final Fantasy” é conhecida por seu detalhismo e perfeição. Além disso, os jogos da Square Enix também são famosos por estarem entre os games mais caros que já saíram do Japão. Final Fantasy XII, lançado em 2006, superou os outros jogos e teve sua produção calculada em US$ 48 milhões. Entretanto, fontes não-oficiais indicam que o recém lançado, “Final Fantasy XIII” supriu esta marca em 50%.

O que daria para fazer com esse dinheiro:  Estrelado por Arnold Schwarzenegger, O Exterminador do Futuro, teve um orçamento de produção estimado em seis milhões e meio de dólares. Desta forma, com os US$ 48 milhões seria possível filmar sete filmes dele, e ainda sobrava US$ 2,5 milhões para um churrasco para o elenco (e que churrasco, hein?!).

LA Noire













8º – LA Noire – US$ 50 milhões

Ao que parece a produtora Rockstar, a mesma de “GTA”, quando o assunto é esbanjar ela aparece na frente. “LA Noire”, que ainda está desenvolvimento, irá recriar uma Los Angeles dos anos 1940 ainda mais real e explorável, o game já recebe o título de “um dos jogos mais caros desenvolvidos até hoje”. Pode ser exagero, mas US$ 50 milhões ainda é um número bem massivo.

O que daria para fazer com esse dinheiro:Se você tem um pezinho nas artes plásticas e está decorando seu apartamento, não seria nada mal investir na belíssima tela “Dream”, de Pablo Picasso, vai?. O quadro custa US$ 48,400 milhões. Mas o legal mesmo, é que desses US$ 50 milhões ainda sobra quase dois milhões de dólares para o transporte da peça, e para um chá na hora de mostrar essa preciosidade aos amigos.



APB













7º – APB – US$ 50 milhões

Já faz cerca de cinco anos que a produtora Realtime World investe pesado no game online “APB”. Ela até já declarou muitas vezes, que este é o jogo mais caro em que já trabalhou. O orçamento oficial gira em torno dos US$ 50 milhões, tudo isso para expandir cada vez mais esse MMO. Veremos quando ele finalmente for lançado!

O que daria para fazer com esse dinheiro:Vai um drink ai? Com toda essa dinheirama você poderia experimentar o coquetel mais caro do mundo, cujo preço é nada mais nada menos que US$ 50 milhões. Daí você deve se perguntar, o porquê do preço abusivo? Por conta de diamantes, claro. Conhecido por Jay Malik, o coquetel traz, no lugar da popular azeitona, um anel de diamantes mergulhado. Quem quiser presentear, vai ter que dar uma passadinha no bar da Harvey Nichols, em Manchester, na Inglaterra. Mas não se preocupe, o singelo drink é acompanhado até a mesa por guardas de segurança…

Halo














6º – Halo – US$ 55 milhões

Claro que a série de maior sucesso e prestígio da Microsoft estaria aqui no meio. Afinal, a propaganda e o desenvolvimento deste game custaram bastante para o bolso da Bungie e da própria empresa do tio Bill. Mas, o investimento foi muito bom. Desde 2001, ano em que o jogo foi produzido, a série acumula uma legião gigantesca de fãs por todo o mundo e já chega ao seu quinto título neste ano.

O que daria para fazer com esse dinheiro:Se você é um entusiasta pelo espaço e exploração, como a própria história do game “Halo”, e tem vontade de construir algum tipo de museu, é possível se divertir bastante com esse dinheiro. Um exemplo prático é a possibilidade de comprar cerca de dois ônibus espaciais já aposentados para colocar em seu quintal, já que cada um deles custa em média US$ 28 milhões. E não adianta se animar, pois esse preço serve apenas como decoração.

Metal Gear Solid 4













5º – Metal Gear Solid 4 – US$ 60 milhões

“Metal Gear Solid 4” é jogo mais complexo da série, e levou quatros anos para ficar pronto. O custo médio do game foi estimado em US$ 60 milhões, compartilhados entre as companhias Kojima Productions e Sony. Porém, há quem diga que esse valor não é o oficial.

O que daria para fazer com esse dinheiro: Que tal seguir o modo “Metal Gear” de ser e criar seu próprio exército? Levando em conta que um rifle AK47 da Bulgária custa cerca de US$ 1.500, dá para comprar umas 40 mil dessas e montar um exército só para você. Mas, é claro, antes disso você iria preso, porque comprar armar não é legal – nos dois sentidos da palavra.

Too Human













4º – Too Human – US$ 60 milhões

Essa é a prova viva de que alto investimento não garante sucesso, já que “Too Human” não foi um game que, exatamente, agradou os jogadores. Na verdade, a ideia inicial de orçamento não era exatamente esse, porém seu desenvolvimento enfrentou muitos problemas, no qual cerca de US$ 10 milhões pelo menos foram acrescentados.

O que daria para fazer com esse dinheiro: Você curte voar? Se sim, uma boa opção seria compar um jatinho. Ou quem sabe vários deles, para deixar guardado. Se um quebra, você usa o outro, oras. Com US$ 60 milhões dá para comprar quase 10 jatinhos Phenom 300, um dos mais avançados existentes hoje no Brasil. Eles têm até espaço para colocar uma cozinha, legal né?

Shenmue

3º – Shenmue – US$ 70 milhões

“Shenmue” ostentou o recorde do jogo mais caro já produzido por quase dez anos. Desenvolvido para o SEGA Dreamcast, em 1999, o game contém uma vasta área explorável e um sistema completo de tempo real e clima. Porém, mesmo um alto investimento, o jogo não agradou e suas vendas foram bem fracas.

O que daria para fazer com esse dinheiro: Eu, por exemplo, conseguiria contratar dois Ronaldinhos Gaúchos para o meu São Bento de Sorocaba! Isso é que é pechincha!

Gran Turismo 5













2º – Gran Turismo 5 – US$ 80 milhões

É bem provável que (quando enfim, for lançado) “Gran Turismo 5” seja o melhor e maior jogo de corrida já lançado. O game está desenvolvimento há mais de cinco anos, e contará com mais de 1.000 opções de carros, todos recriados com muito realismo e perfeição. Calculado em mais de US$ 80 milhões de gastos em produção, “GT5” assume o segundo lugar no ranking dos jogos mais caros da história.

O que daria para fazer com esse dinheiro: Já ouviu falar no único hotel 7 estrelas do mundo? O nome dele é Burj Al Arab Hotel e fica em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos. Com 321 metros, é considerado o hotel mais alto do globo – e também o mais luxuoso. Construído sobre uma ilha artificial, possui pilares maciços em ouro 22 quilates que cruzam entre si, e só a cada quarenta e cinco minutos a “dança sincronizada” dos jatos de água dentro do saguão se repetem. E isso é o começo… Sabe aquela história de: “money, sex, fame, glamour”? Lá é assim!

GTA 4

1º – Gran Theth Auto 4 – US$ 100 milhões

Quando a conversa é orçamento de produção do jogo, é fato: ninguém bate “GTA 4”. Durante o desenvolvimento, mais de 1.000 estiveram a postos trabalhando na execução, por mais de três anos e meio. Uma das funções era estudar a cidade de Nova York, de ponta a ponta, com câmera de tráfego da cidade. Além de serem ouvidas mais de 2.000 pessoas para obter os direitos para apresentar as centenas de faixas que podem ser ouvidas no jogo – a licença das músicas custou em média US$ 10 mil por faixa. “GTA 4” conta com pelo menos 100 horas de gameplay para o jogador curtir. Com tanta coisa bacana, não teria nem como ele não estar no topo da escala.

O que daria para fazer com esse dinheiro: Que tal gastar os US$ 100 milhões que foi aplicado em “GTA 4” em balas? Daria para comprar 2 bilhões de balinhas do seu sabor preferido. Morango ou tutti-fruti?

Anúncios

Publicado em terça-feira, 18 maio 2010, em Games. Adicione o link aos favoritos. 4 Comentários.

  1. Seria melhor gastar em 1 bilhão de balinhas e o resto em dentista, haha
    Ótimo post, companheiro

  2. Seria bom colocar a fonte, afinal não é de autoria própria, né?
    No mais, boas curiosidades.

  3. A fonte nao é de um lugar só, nao há necessidade de colocá-las aqui por serem muitas. Mas posso garantir que são todas confiáveis

  4. Seria bom colocar a fonte da EGW, é a mesma materia afinal de contas…

    -julio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: