Banda Interpol sem baixista

Em entrevista ao jornal canadense Toronto Eye Weekly, o baterista do INTERPOL, Sam Fogarino, disse que o ex-baixista do grupo, Carlos Dengler, deixou a banda no início deste ano porque não gostava de tocar o instrumento. A informação foi divulgada pelo Terra. “Carlos realmente não gosta de tocar baixo. Qual é a importância do baixo para o Interpol? Quero dizer, é enorme”, contou o baterista. “É um componente harmônico total. Mas não era o instrumento de escolha dele, nem foi o primeiro instrumento que ele aprendeu a tocar”, continuou Fogarino.

Em julho, o baterista já havia declarado publicamente que sua banda não sentia falta de Carlos Dengler. “Qualquer um de nós pode pegar o telcado e – não querendo menosprezar seu talento -, surgir com uma harmonia ou melodia interessante. Eu não acho que teremos medo de trabalhar com música sem ele”, disse na época Fogarino. No entanto, o baterista ressaltou que sente falta de Dengler “como amigo”. Mesmo já tendo feito apresentações em 2010 com Dave Pajo e Brandon Curtis, da banda Secret Machines, assumindo o baixo, o grupo continua atrás de um baixista fixo.

O INTERPOL deve lançar seu novo disco em setembro.

Anúncios

Publicado em sábado, 14 agosto 2010, em Música, Notícias e marcado como . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: