Arquivos do Blog

Twisted Sister – A Twisted Christmas

Bem, como hoje é véspera de Natal e todos estão com o espírito mais cheio dessas frescurinhas de fim de ano (músicas já batidas há algum tempo, velhos hábitos, etc) resolvi mudar um pouco os ares do natal de vocês, caros ociosos. Segue aí o link pro download de um álbum muito foda, na minha humilde opinião: o Twisted Christmas, do Twisted Sister. O álbum foi lançado em 2006 e dado a repercussão e aceitação dos fãs, virou um festival anual.

Banda: Twisted Sister

País: Estados

Gênero: Hard Rock

Álbum: A Twisted Christmas

Ano: 2006

Integrantes:

Dee Snider – vocal

Eddie Ojeda – guitarra

Jay Jay French – guitarra

Mark “Animal” Mendoza – baixo

A.J Pero – bateria

Faixas:

1. Have Yourself a Merry Little Christmas

2. Oh Come All Ye Faithful

3. White Christmas

4. I’ll Be Home for Christmas

5. Silver Bells

6. I Saw Mommy Kissing Santa Claus

7. Let It Snow, Let It Snow, Let It Snow

8. Deck the Halls

9. The Christmas Song (Chestnuts Roasting on an Open Fire)

10. Heavy Metal Christmas (The Twelve Days of Christmas)

Download

Bem, espero que vocês curtam aí um bom Natal e que Papai Metal venha visitar a todos vocês!! Votos meus e de toda a equipe do Tedio Online! Boas festas!!!

Jeff Paris – Wired Up (1987)

Olá pessoal, hoje venho com um álbum bastante desconhecido, confesso que até pra mim, do guitarrista Jeff Paris.

Jeff nesse segundo álbum leva o conceito de solo realmente a sério tocando todos os instrumentos que se ouve na gravação e inclusive a voz também é dele. Não consegui a informação de que banda ele foi e na verdade não existe muita informação sobre ele na internet. E não me lembro de ver o nome dele em algum encarte. O que me leva a acreditar que ele começou como solo mesmo, apesar de algumas filiações de bandas como cinderella, night ranger e outras daquela época dourada do hard.

O som dele é bem caracteristico de bandas de hard rock oitentistas e, junto com a voz firme consegue arrancar suspiros de muitos apreciadores de um bom hard. Destaco as músicas Cryin’, Wired Up e Heart to the Flame. Mas o álbum inteiro é digno de atenção.

Wired Up

Wired Up

Banda: Jeff Paris
País: USA
Gênero: Hard Rock / AOR
Álbum: Wired Up
Ano: 1987

Integrantes:
Jeff Paris – Guitarra; Baixo; Bateria; Teclado; Voz

Musicas:
01 – Saturday nite
02 – One night alone
03 – Trial by fire
04 – Cryin’
05 – Wired up
06 – Charmed life
07 – I can’t let go
08 – Heart to the flame
09 – Matter of time
10 – Illusions

Download

Solos Only Volume 1

    É isso aí! O blog Tédio Online em parceria com a kurebisubarudo’s CORP anuncia: O projeto Solos Only lança o seu primeiro volume! São coletâneas de várias músicas de diversos estilos e artistas para satisfazer o solista que há dentro de cada um de nós. Os solos vão desde aqueles rapidões e pentatônicos, até os mais calmos e épicos. A lista completa das faixas está abaixo e, para os que ainda quiserem contribuir, por favor, comentem e dêem sugestões de músicas para os próximos volumes!

   Lançarei aqui no blog os próximos volumes, numa frequência aproximada de semana em semana. Até segunda que vem, pessoal! E comentem!

Banda: Várias
País: Vários
Gênero: Vários
Ano: 2010
Faixas

    1.America (Santana)
    2.Sacred Power Of Raging Winds (Rhapsody)
    3.The Glass Prison (Dream Theater)

    4.Canon Rock (JerryC)
    5.Bultaco Saturno (Paul Gilbert)
    6.DuckTales – African Mines (The OneUps)
    7.One (Metallica)
    8 .Mr. Crowley (Ozzy Osbourne)
    9.Art Of Life (X-Japan)
    10.Bat Country (Avenged Sevenfold)
    11.Ding Dong Dang! (TUBE)
    12.Something (The Beatles)
    13.Through The Fire and Flames (Dragonforce)
    14.Green Grass And High Tides (The Outlaws)

Download

Discografia Aerosmith 20/24 – Rockin’ the Joint

Rockin’ the Joint é um álbum ao vivo da banda Aerosmith, lançado a 25 de Outubro de 2005.

O show aconteceu em 11 de janeiro de 2002 no “The Joint”, no “Hard Rock Hotel & Cassino”.

O álbum foi mixado por Steven Tyler, juntamente com Marti Frederiksen.

Banda: Aerosmith
País: EUA
Gênero: Hard Rock
Álbum: Rockin’ the Joint
Ano: 2005

Integrantes:
Aerosmith:
Steven Tyler – vocal; background vocals; gaita
Joe Perry – guitarra
Brad Whitford – guitarra
Tom Hamilton – baixo
Joey Kramer – bateria

Músicos Adicionais:
Russ Irwin – teclados; background vocals

Faixas:
1. Good Evening Las Vegas
2. Beyond Beautiful
3. Same Old Song And Dance
4. No More No More
5. Seasons Of Wither
6. Light Inside
7. Draw The Line
8. I Don’t Want To Miss A Thing
9. Big Ten Inch Record
10. Rattlesnake Shake
11. Walk This Way
12. Train Kept a Rollin’

Download

Discografia Aerosmith 19/24 – Honkin’ on Bobo

Já em meados de 2003 era cogitado que o Aerosmith lançaria um álbum que os traria de volta a suas raízes “o Blues”. Apesar do estilo do álbum ser bem definido, era óbvio que ficaria com a cara da banda.
O single de estréia do álbum será “Baby, Please Don’t Go”. Honkin’ On Bobo teve lançamento mundial em Março de 2004, estreou na quinta posição na Billboard, em um mês foi disco de Ouro pela venda de mais de 500 mil cópias, muito para um álbum nem um pouco comercial como os anteriores.

Honkin’ on Bobo é o décimo quarto álbum de estúdio da banda de hard rock dos Estados Unidos da América Aerosmith, lançado em março de 2004.

Banda: Aerosmith
País: EUA
Gênero: Hard Rock
Álbum: Honkin’ on Bobo
Ano: 2004

Integrantes:
Aerosmith:
Steven Tyler – vocal; backing-vocals; gaita; piano em “The Grind” e “Never Loved A Girl”
Joe Perry – guitarra
Brad Whitford – guitarra
Tom Hamilton – baixo
Joey Kramer – bateria

Músicos Adicionais:
Johnnie Johnson: piano em “Shame Shame Shame” e “Tempature”
Paul Santo: piano em “Eyesight To The Blind”, Wurlitzer Electric Piano em “Never Loved A Girl”, Hammond Organ em “The Grind” e Pump Organ em “Jesus Is On The Main Line”
Tracy Bonham: backing vocals em “Back Back Train” e vocais adicionais em “Jesus Is On The Main Line”
The Memphis Horns: metais em “Never Loved A Girl”
Backing vocals em “Jesus Is On The Main Line”: Tom Hamilton, Joey Kramer, Chelsea Tyler e Leila El-Amine

Faixas:
1. Road Runner (3:45)
2. Shame, Shame, Shame (2:14)
3. Eyesight To the Blind (3:10)
4. Baby, Please Don’t Go (3:23)
5. Never Loved A Girl (3:12)
6. Back Back Train (4:23)
7. You Gotta Move (5:30)
8. The Grind (3:46)
9. I’m Ready (4:15)
10. Temperature (2:51)
11. Stop Messin’ Around (4:32)
12. Jesus Is On The Main Line (2:50)

Download

Discografia Aerosmith 18/24 – Just Push Play

Just Push Play é o décimo terceiro álbum da banda estado-unidense de hard rock Aerosmith, lançado em 2001 pela Columbia Records. O álbum foi produzido pela banda em conjunto com Marti Frederiksen e Mark Hudson. O primeiro single lançado, “Jaded”, tornou-se Top 10 nos Estados Unidos, levando o álbum ao disco de platina. Os singles seguintes foram “Fly Away from Here”, “Sunshine” e “Just Push Play”.

Banda: Aerosmith
País: EUA
Gênero: Hard Rock
Álbum: Just Push Play
Ano: 2001

Integrantes:
Aerosmith:
Steven Tyler – vocal; backing-vocals; gaita; squeezbox; piano; percussão; guitarra e bateria adicional; congas.
Joe Perry – guitarra; backing-vocals; hurdy gurdy, pedal steel & slide guitar;
Brad Whitford – guitarra
Tom Hamilton – baixo; guitarra
Joey Kramer – bateria;

Músicos Adicionais:
Tony Perry: scratching em “Just Push Play”
Jim Cox: piano em “Fly Away From Here”
Dan Higgins: clarinete e saxofone em “Trip Hoppin'”
Tower Of Power: trompetes em “Trip Hoppin'”
Chelsea “C.A.T” Tyler: backing vocals em “Under My Skin”
Paul Caruso: Loop Programming em “Drop Dead Gorgeous”
Paul Santo: órgão em “Avant Garden” e Kurzweil em “Fly Away From Here”
Liv Tyler: sussurros em “Under My Skin (reprise)”

Faixas:
1. Beyond Beautiful (4:45)
2. Just Push Play (3:51)
3. Jaded (3:34)
4. Fly Away From Here (5:01)
5. Trip Hoppin’ (4:27)
6. Sunshine (3:37)
7. Under My Skin (3:45)
8. Luv Lies (4:25)
9. Outta Your Head (3:22)
10. Drop Dead Gorgeous (3:42)
11. Light Inside (3:34)
12. Avant Garden (4:52)

Download

Disc. Aerosmith 17/24 – A Little South of Sanity

A Little South of Sanity é um álbum gravado ao vivo pela banda Aerosmith, lançado a 20 de Outubro de 1998.

Banda: Aerosmith
País: EUA
Gênero: Hard Rock
Álbum: A Little South of Sanity
Ano: 1998

Integrantes:
Aerosmith:
Steven Tyler – vocal, percussão, gaita;
Joe Perry – guitarra-solo, backing vocals
Brad Whitford – guitarra e violão
Tom Hamilton – baixo
Joey Kramer – bateria

Músicos Adicionais:
Russ Irwin – teclados e backing vocals
Thom Gimbel – teclados e backing vocals

Faixas:
CD 1:
1. Eat The Rich (5:14)
2. Love In An Elevator (5:56)
3. Falling In Love (Is Hard On The Knees) (3:20)
4. Same Old song And Dace (5:58)
5. Hole In My soul (5:40)
6. Monkey On My Back (4:08)
7. Livin’ On The Edge (5:24)
8. Cryin’ (5:11)
9. Rag Doll (4:14)
10. Angel (5:35)
11. Janie’s Got A Gun (5:07)
12. Amazing (5:23)

CD 2:
1. Back In The Saddle (6:11)
2. Last Child (5:05)
3. The Other Side (4:40)
4. Walk On Down (3:41)
5. Dream On (4:51)
6. Crazy (5:45)
7. Mama Kin (4:12)
8. Walk This Way (4:08)
9. Dude (Looks Like A Lady) (4:2)
10. What It Takes (5:15)
11. Sweet Emotion (5:57)

Download Cd1
Download Cd2

Discografia Aerosmith 16/24 – Nine Lives

Nine Lives é o décimo segundo álbum de estúdio da banda de hard rock Aerosmith, lançado em 1997.
(Meu álbum preferido deles)
O disco vendeu cerca de 3 milhões de cópias em todo o mundo, foi indicado o Grammy Awards de melhor Álbum de Rock e teve sucessos nas rádios como “Falling in Love (Is Hard on the Knees)”, “Hole in My Soul”, “Full Circle” e “Pink”. Nine Lives é considerado por muitos fãs, como a Obra-Prima do Aerosmith.

Existe uma edição especial em que o “Nine Lives” é duplo; mas o segundo cd não é de músicas e sim um cd-rom com um jogo que apresenta algumas músicas que você pode “tocar” guitarra ou bateria através do joystick. Este cd também contém fotos, curiosidades, letras das músicas, etc. É uma raridade.

Banda: Aerosmith
País: EUA
Gênero: Hard Rock
Álbum: Nine Lives
Ano: 1997

Integrantes:
Aerosmith:
Steven Tyler – vocal; gaita; teclado; hammer dulcimer; percussão; órgão;
Joe Perry – guitarra; backing-vocals;
Brad Whitford – guitarra; violão;
Tom Hamilton – baixo;
Joey Kramer – bateria.

Músicos Adicionais:
John Webster: teclados;
Ramesh Mishra: Sarangi

Faixas:
1. Nine Lives (4:01)
2. Falling In Love (Is Hard On The Knees) (3:25)
3. Hole In My Soul (6:10)
4. Taste Of India (5:53)
5. Full Circle (5:00)
6. Somethings Gotta Give (3:36)
7. Ain’t That A Bitch (5:25)
8. The Farm (4:27)
9. Crash (4:25)
10. Kiss Your Past Good-Bye (4:31)
11. Pink (3:55)
12. Falling Off (3:02)
13. Attitude Adjustment (3:44)
14. Fallen Angels (8:16)

Download

Discografia Aerosmith 15/24 – Classics Live! 2

Classics Live! Vol. 2 é um álbum gravado ao vivo pela banda Aerosmith, lançado em Junho de 1987.

Grande parte das músicas foram gravadas na Passagem do Ano em 1984, onde os cinco membros originais da banda se voltaram a reunir.

Banda: Aerosmith
País: EUA
Gênero: Hard Rock
Álbum: Classics Live! 2
Ano: 1987

Integrantes:
Steven Tyler – vocal;
Joe Perry – guitarra-solo, backing vocals;
Brad Whitford – guitarra
Tom Hamilton – baixo
Joey Kramer – bateria
Jimmy Crespo : guitarra
Rick Dufay : guitarra

Faixas:
1. Back In The Saddle (4:39)
2. Walk This Way (4:22)
3. Movin´ Out (5:45)
4. Draw The Line (5:05)
5. Same Old Song And Dance (5:23)
6. Last Child (3:44)
7. Let The Music Do The Talking (5:47)
8. Toys In The Attic (4:05)

Download

Discografia Aerosmith Pt. 14/24 – Big Ones

P.S: Os álbuns da discografia do Sonata tão demorando pra upar nos sites mais do que eu esperava, mas amanhã eu já começo a postá-los aqui para vocês. Prometo pelo menos o Ecliptica e um acústico muito f***! Mas bem, continuando…

Banda: Aerosmith
País: EUA
Gênero: Hard Rock
Álbum: Big Ones
Ano: 1994

Integrantes:
Aerosmith:
Steven Tyler – vocal; piano; gaita;
Joe Perry – guitarra solo, backing vocals;
Brad Whitford – guitarra
Tom Hamilton – baixo
Joey Kramer – bateria

Faixas:
01. Walk On Water
02. Love In An Elevator
03. Rag Doll
04. What It Takes
05. Dude (Looks Like A Lady)
06. Janie’s Got a Gun
07. Cryin’
08. Amazing
09. Blind Man
10. Deuces Are Wild
11. The Other Side
12. Crazy
13. Eat the Rich
14. Angel
15. Livin’ on the Edge
16. Dude (Looks Like A Lady)- live

Download Mediafire
Download Rapidshare

Discografia Aerosmith Pt. 13/24 – Get a Grip

Banda: Aerosmith
País: EUA
Gênero: Hard Rock
Álbum: Get a Grip
Ano: 1993

Integrantes:
Aerosmith:
Steven Tyler – vocal; piano; gaita;
Joe Perry – guitarra solo, backing vocals;
Brad Whitford – guitarra
Tom Hamilton – baixo
Joey Kramer – bateria

Faixas:
01. Intro
02. Eat the rich
03. Get a Grip
04. Fever
05. Livin’ on the edge
06. Flesh
07. Talk on down
08. Shut up and dance
09. Cryin’
10. Gotta love it
11. Crazy
12. Can’t Stop Messin’
13. Line up
14. Amazing
15. Boogie man

Download Rapidshare
Download Mediafire

Discografia Aerosmith Pt. 12/24 – Pump

Continuando os posts da banda do mês passado! Aí vão mais alguns pra vocês:

Banda: Aerosmith
País: EUA
Gênero: Hard Rock
Álbum: Pump
Ano: 1989

Integrantes:
Aerosmith:
Steven Tyler – vocal; piano; gaita;
Joe Perry – guitarra solo, backing vocals;
Brad Whitford – guitarra
Tom Hamilton – baixo
Joey Kramer – bateria

Faixas:
01. Young Lust
02. F.I.N.E.*
03. Going Down
04. Monkey on My Back
05. Water Song/ Janie’s Got a Gun
06. Dulcimer Stomp/The Other Side
07. My Girl
08. Don’t Get Mad, Get Even
09. Hoodoo/Voodoo Medicine Man
10. What It Takes

Download Megaupload
Download Mediafire

Discografia Aerosmith 8/24 – Done With Mirrors

Done With Mirrors é o oitavo álbum da banda Aerosmith, lançado em Novembro de 1985.
É a volta dos guitarristas originais à banda.

Banda: Aerosmith
País: EUA
Gênero: Hard Rock
Álbum: Done With Mirrors
Ano: 1985

Integrantes:
Aerosmith:
Steven Tyler – vocal; piano; gaita;
Joe Perry – guitarra-solo, backing vocals;
Brad Whitford – guitarra
Tom Hamilton – baixo
Joey Kramer – bateria

Faixas:
1. Let The Music Do The Talking (3:44)
2. My Fist Your Face (4:21)
3. Shame On You (3:38)
4. The Reason A Dog (4:11)
5. Shela (4:32)
6. Gypsy Boots (4:13)
7. She´s On Fire (3:44)
8. The Hop (3:39)
9. Darkness (3:42)

Download

Discografia Aerosmith 7/24 – Rock in a Hard Place

Rock in a Hard Place é o sétimo álbum da banda Aerosmith, lançado em Agosto de 1982.
Com novos guitarristas: Jimmy Crespo e Rick Dufay que tomam os lugares de Joe Perry e Brad Whitford, respectivamente.
Apesar disso Brad ainda deu uma ajudinha aos companheiros na musica Lightning Strikes.
Deste álbum saíram dois singles, “Lightning Strikes” e “Bitch’s Brew”.

Banda: Aerosmith
País: EUA
Gênero: Hard Rock
Álbum: Rock in a Hard Place
Ano: 1982

Integrantes:
Aerosmith:
Steven Tyler – vocal; gaita; teclado; percussão; piano em “Push Comes To Shove”
Jimmy Crespo : guitarra solo;
Rick Dufay : guitarra;
Tom Hamilton – baixo;
Joey Kramer – bateria.

Músicos Adicionais:
Brad Whitford: guitarra rítmica em “Lightning Strikes”;
Paul Harris: piano em “Push Comes To Shove”
John Turi: sax em “Rock In A Hard Place (Chesire Cat)”;
Reinhard Straub: violinos em “Joanie’s Butterfly”;
John Lievano: guitarra O.D. em “Joanie’s Butterfly”;
Jack Douglas: percussão.

Faixas:
1. Jailbait (4:38)
2. Lightning Strikes (4:26)
3. Bitch’s Brew (4:14)
4. Bolivian Ragamuffin (3:32)
5. Cry Me A River (4:06)
6. Prelude To Joanie (1:21)
7. Joanie’s Butterfly (5:35)
8. Rock In A Hard Place (Cheshire Cat) (4:46)
9. Jig Is Up (3:10)
10. Push Comes To Shove (4:28)

Download

Discografia Aerosmith 6/24 – Night in The Ruts

Night in the Ruts é o sexto álbum de estúdio da banda Aerosmith, lançado em Novembro de 1979.
Tem somente um single oficial: Remember (Walking in the Sand), mas chegou na posição de numero 14 na Billboard de 1980.

Banda: Aerosmith
País: EUA
Gênero: Hard Rock
Álbum: Night in the Ruts
Ano: 1979

Integrantes:
Aerosmith:
Steven Tyler – vocal; gaita;
Joe Perry – guitarra;
Brad Whitford – guitarra
Tom Hamilton – baixo;
Joey Kramer – bateria; percussão;

Músicos Adicionais:
Richard Supa : Guitarra em “Mia” e “No Surprize”
Neil Thompson : Guitarra elétrica em “Mia”
Jimmy Crespo : Guitarra solo em “Three Mile Smile”
George Young : Alto Sax em “Chiquita”
Lou Delgotto : Sax Barítono em “Chiquita”
Lou Marini : Sax Tenor em “Chiquita”
Barry Rogers : Trombone em “Chiquita”

Faixas:
1. No Surprize (4:25)
2. Chiquita (4:24)
3. Remember (Walking In The Sand) (4:05)
4. Cheese Cake (4:15)
5. Three Mile Smile (3:42)
6. Reefer Head Woman (4:02)
7. Bone to Bone (Coney Island White Fish Boy) (2:59)
8. Think About It (3:35)
9. Mia (4:14)

Download

Discografia Aerosmith Pt. 5/24 – Live! Bootleg

Live! Bootleg é o primeiro álbum ao vivo da banda Aerosmith, lançado em Outubro de 1978.

Grande parte das faixas foram gravadas de concertos dados entre 1977 e 1978.

Banda: Aerosmith
País: EUA
Gênero: Hard Rock
Álbum: Live! Bootleg
Ano: 1978

Integrantes:
Aerosmith:
Steven Tyler – vocal; gaita;
Joe Perry – guitarra;
Brad Whitford – guitarra
Tom Hamilton – baixo;
Joey Kramer – bateria; percussão;

Músicos Adicionais:
David Woodford : saxofone em “Mother Popcorn”
Mark Radice : teclado e backing-vocals

Faixas:
1. Back In The Saddle
2. Sweet Emotion
3. Lord Of The Thighs
4. Toys In The Attic
5. Last Child
6. Come Together
7. Walk This Way
8. Sick As A Dog
9. Dream On
10. Chip Away The Stone
11. Sight For Sore Eyes
12. Mama Kin
13. S.O.S (Too Bad)
14. I Ain’t Got You
15. Mother Popcorn
16. Train Kept A Rollin’ / Strangers In The Night

Download

Stoneflower – Crack a Little Smile (2003)

Stoneflower é uma banda norueguesa até que bem nova já que esse é seu álbum de estréia chamado Crack a Little Smile, lançado em 2003, mas que tocam com toda energia dos anos 80.Com arranjos bem bolados e uma harmonia que farão as musicas grudarem em suas cabeças como as musicas populares que costumam tocar nas rádios. Por ser um estilo que não é muito popular hoje em dia e não é ajudado pelo sucesso e tempo que a banda tem, não consegui muitas informações sobre eles. Mas o que vale de verdade é o som dos caras.

Uma curiosidade é que assim como Bon Jovi não tem baixista, eles não tem baterista nem tecladista, são musicos convidados que tocam nos álbuns e shows.
Sem destaques, o álbum inteiro é muito bom.
É uma ótima banda daquelas que valem a pena com toda certeza ter tanto no HD quanto na cabeceira. (Quem souber onde comprar aqui no Brasil me avisa)

Banda: Stoneflower
País: Noruega
Gênero: AOR / Hard Rock Melódico
Álbum: Crack a Little Smile
Ano: 2003

Integrantes:
Frode Henriksen – Vocal
Jon Johannessen – Guitarra
Tom Sennerud – Guitarra, Vocal
Svenn Huneide – Baixo

Musicos convidados:
Steinar Krogstad – Bateria
Dag Bardstu Hammond – Teclado

Faixas:
1. Rock My Nation
2. Songs Of Love
3. If U Say
4. Whenever
5. Only U
6. Sign On
7. A Little Bit Of Money
8. Stop The Thunder
9. Winter
10. Torn To Pieces
11. Rat Razor

Download 

Show do Dr. Sin em Brasília!


SIM! É isso mesmo que você está lendo!! Os grandes nomes do Hard Rock brasileiro irão se apresentar no CEDEC (antigo Blackout Bar) na 912 Sul, no dia 03 de julho, ãs 20h.
Lembrando que essa é a primeira apresentação da banda em Brasília desde 2006, então é a oportunidade perfeita para as pessoas que, como eu, não conheciam a banda na época.

Ingressos: R$ 20,00 (antecipados) à venda na Berlin Discos (Conic), Porão 666 (Taguatinga, atrás do Alameda Shopping) ou Abriu pro Rock (Gama Shopping). Mais informações: 9987-2802 ou 3484-0132

Depois posto mais novidades/informações sobre o Doutor Pecado aqui no blog pra vocês! E sim, vale a pena conferir o show quem puder!!

Clique aqui
para ir para o site oficial do Dr. Sin

Chickenfoot – Chickenfoot (2009)

O Chickenfoot surgiu de reuniões entre Sammy Hagar, Michael Anthony e Chad Smith no clube do primeiro, Cabo Wabo Cantina, localizado no México. Nessas reuniões, somente por diversão, os já renomados músicos notaram que havia uma certa química entre eles. Segundo Hagar, as pessoas o perguntavam se eles sairiam em turmê, ou gravariam um disco e o vocalista respondia que se tivessem que fazer isso, teriam que chamar um grande guitarrista, e é a partir desse momento que Joe Satriani entra na história da nova banda.

A princípio, o nome Chickenfoot seria algo provisório, porém Hagar e os outros membros decidiram mantê-lo por acreditarem que mesmo mudando todos continuariam a se referir a eles pelo nome antigo. Após Joe aceitar o convite, a banda passou a trabalhar em seu álbum homônimo, que foi lançado meses depois em 5 de junho de 2009, com onze faixas.
Ele e Anthony costumavam fazer jam sessions juntos no clube de Hagar no México. Smith se juntou a eles mais tarde, e sugeriu que formassem um grupo. Satriani foi então convidado para fazer parte do conjunto.
Os quatro membros do Chickenfoot, somados, já venderam dezenas de milhões de discos e se apresentaram em milhares de shows ao longo dos anos.
A banda fez uma série de apresentações pequenas nos EUA antes de voar à Europa em turnê. No final de setembro, voltará à América do Norte para encerrar esse período de viagem.

Banda: Chickenfoot
País: EUA
Gênero: Hard Rock
Álbum: Chickenfoot
Ano: 2009
Integrantes:
Sammy Hagar: Vocal
Michael Anthony: Baixo
Joe Satriani: Guitarra
Chad Smith: Bateria

Faixas:

01. Avenida Revolution
02. Soap on a Rope
03. Sexy Little Thing
04. Oh Yeah
05. Runnin’ Out
06. Get It Up
07. Down the Drain
08. My Kinda Girl
09. Learning to Fall
10. Turnin’ Left
11. Future in the Past

Union – Union (1998)

A banda Union fundada por ex integrantes do KISS e Mötley Crüe e lançou dois albuns, o Debut auto intitulado, e o segundo The Blue Room.
Como prometido estou hoje disponibilizando o primeiro album deles, um album que nem me arrisco em destacar alguma faixa pois são todas muito boas.
Peço desculpas pela demora a colocar esse primeiro album no blog, esse cotidiano da vida moderna me mata.
Como já dizia: “Não fiquem sem UNION, é uma banda extremamente necessária pra qualquer Hardeiro.”

Banda: Union
País: Estados Unidos
Gênero: Hard Rock/Rock ‘n Roll
Album: Union
Ano: 1998

Integrantes:
Bruce Kulick – Lead Guitar, Vocals
Brent Fitz – Drums
John Corabi – Guitar, Vocals
James Hunting – Bass Guitar

Faixas:
01. Old Man Wise
02. Around Again
03. Pain Behind Your Eyes
04. Love (I Don’t Need It Anymore)
05. Heavy D…
06. Let It Flow
07. Empty Soul
08. October Morning Wind
09. Get Off My Cloud
10. Tangerine
11. Robin’s Song

Download

Bon Jovi – Slippery When Wet (1986) – Análise

Banda: Bon Jovi
País: Estados Unidos
Gênero: Hard Rock
Album: Slippery When Wet
Ano: 1986

Download

[Por alguns probleminhas com o blogger tive que separar as postagens de download e análise]

Muito antes de Jon Bon Jovi virar o sexy symbol, ator e mega-star da atualidade, ele tinha uma banda que tocava hard rock, se vestia com roupas coloridas e seu cabelo era tão armado que qualquer um podia jurar que estava diante de um cover da Tina Turner.
Em 1986, o conjunto americano lançou o seu terceiro e, na minha opinião, melhor disco, contendo os maiores hits da carreira deles.
Foi um verdadeiro estouro de vendas, porém usando uma fórmula diferente de fazer rock pesado: Ao contrário das outras bandas glam da época, como Mötley Crue, Poison e Dokken, cuja temática girava em torno de “sexo, drogas e rock ‘n’ roll”, o quinteto de New Jersey abordava o amor e suas dificuldades, o que fez muita gente ouvir e se identificar (as pessoas adoram uma dor-de-cotovelo).

O disco abre com Let It Rock, apesar de todo silencio esmagador do primeiro minuto, ótima pra começar um album. Energética, empolgante e te faz querer ouvir mais. O solo faz o ponto alto da musica, com vocal pegajoso que vai te fazer cantar junto(ou no minimo gritar junto) na frente do espelho pulando bem animado. Uma boa pedida de trilha sonora pra quando alguma coisa dá certo na sua vida.

Com toda empolgação você chega a segunda musica, e parece que é exatamente isso que eles queriam. Um dos maiores hits da banda vem aí: You Give Love a Bad Name.
Começa com a voz de Jon te puxando quase estantâneamente pra prestar atenção, independente do que esteja fazendo. Uma letra bastante original, o instrumental simplesmente cativante. E é por essa simplicidade que prestamos atenção em coisas realmente importantes, dá pra perceber a linha de teclado em harmonia com a guitarra que deixa alguns buracos hora ou outra pro baixo que é matador. E se em algum momento você se distrai o solo te dá a supresa e a vontade de voltar.

O album segue com outra musica bastante conhecida: Livin’ on a Prayer. É o tipo da musica que consagra o artista mesmo que ninguem saiba o nome. Digo isso porque se em algum momento você chega a alguem e fala sobre a musica talvez ela nao conheça, mas coloca pra tocar e vê se alguem ainda diz que não conhece? E a gente se pergunta o que diabos o Richie está fazendo com aquele tubo pequeno na boca? O uso um tanto impulsivo de uma talk box (o tubo pequeno), coisa que no rock é dificil achar, dá um caráter bem caracteristico pra musica. O solo bem simples porém cativante faz muito aprendiz de guitarrista querer tirá-lo. A curiosidade da letra é que os personagens nela são os mesmos que em It’s my Life.

Em Social Disease o inicio me manteve levemente estático, arriscando uma declaração bem extrema soa como uma loira com tesão por alguma coisa que só a banda deve saber (inclusive quem é a tal loira xD). O fato é que a musica é a quebra de algo extremamente bom, claro nem tudo pode ser perfeito. A musica chega a se libertar um pouco do que o album propunha. Porém da pra perceber com clareza a linha de teclado já que dessa vez a guitarra fica mais quetinha com seus harmonicos lá no fundo, que algumas vezes sai pra fazer um hiff ou outro.

Dead or Alive. Preciso falar mais alguma coisa? A balada country do cd foi a trilha sonora de muita gente nos anos 80. Classico, sem duvida alguma. Mas a música inteira é meio enfraquecida, e este é um bom lugar pra uma balada. Algo propício a uma revolução e mudanças constantes dentro dos seus 5 minutos. O teclado é inexistente, com exceção de uma linha de teclado durante o solo. Solo esse que se encaixa muito bem com a música e faz a canção inteira levá-la até um pouco mais para o final. As letras são sobre como roqueiro vaqueiro, como você pode perceber.

Raise You Hands traz uma guitarra digna de um bom hard rock oitentista. Parece que eles estão convergindo pra energia do inicio do album. Os riffs de guitarra nesta canção são muito repetitivos, mas se a música fosse muito mais técnica seria até arrogante da parte deles. O desempenho vocal nesta canção também se destaca para mim de uma maneira agradável. Os teclados não são extremamente audíveis, mas acrescentam o “sentir” na música. Mas essa musica se tornou uma das minhas favoritas. Toda simplicidade abriu espaço pro solo ser fantástico simplesmente. E que só tem graça se for ouvido junto com toda atmosfera da musica, o que vai te fazer voltar nela muitas e muitas vezes.

A sétima musica do album -Without Love- te volta às baladas, acredito que pra dar um certo crédito aos teclados. Uma dessas canção de amor-power ballad, canção de rock que a tornam única e, às vezes um pouco demais. Os teclados são definitivamente caracterizados mais proeminentes do que qualquer outra coisa. As guitarras são muito simples e a bateria é bem simples, nessa o vocal acaba se mostrando um pouco mais poderoso, até mesmo por ser uma balada. No entanto, as letras são muito da média, e toda a música não é o maior no arsenal do Bon Jovi.

I’d Die For You começa com um teclado como na época do AOR do Survivor. Apesar da letra ser romântica a linha intrumental te puxa mais pro lado de querer fazer algo pra mudar o que nao ta legal. A atmosfera da musica é um pouco contraditória mas ainda se segue bem, que chega a um clímax fantástico com o solo em que o Richie se mostra bem inspirado ainda.

Never Say Goodbye é uma balada bem mela-cueca, a voz do Jon se mostra um pouco sem animação pra muita coisa no inicio, mas depois vai melhorando. Apesar disso tudo ela tem o suficiente pra te deixar lembrando do refrão, no minimo. A progressão é lenta como em Without Love porém nem tanto como em Dead or Alive. Pra quem ta na dor de cotovelo é um prato cheio.

Wild In The Streets fecha o cd num ponto mais alegre, na ideia de “aproveite sua vida”. A musica tem a alegria de um fim de album assim como poderia muito bem, e sem arrependimentos, um fim de show. O que me chamou atenção nela foi o solo. Tando o teclado quanto a guitarra ficaram numa linha bem old school, e leve isso ao extremo um quase ‘johnny be good’. O rock ‘n roll all night do bon jovi naquela época. O refrão é o ponto alto com o vocal qeu te faz sair cantando por aí.

Slippery When Wet é um ótimo cd de uma ótima banda, que infelismente, pros mais radicais, afundou no melódico de bandas de rock atuais.